17 DEZ | Fim de Semana no Ascensor

17 DEZ | Fim de Semana no Ascensor

Depois das colaborações com Cousteau, “Ascenseur Pour L”échafaud” foi a estreia de Louis Malle na longa–metragem de ficção. Uma estreia coroada de sucesso, a que não faltou a atribuição do Prémio Louis Delluc. Através de uma intriga policial desenvolvida em ambientes “à americana” (para o que muito contribui a música de Miles Davis) Malle deixava aqui a certeza de que o “novo cinema” estava prestes a chegar.

10 DEZ | Chuva de Julho

10 DEZ | Chuva de Julho

A história de uma mulher de 28 anos em plena crise existencial, retrata um momento em que a União Soviética sofre mudanças radicais. 

08 DEZ | A Herdade

08 DEZ | A Herdade

Projecto do produtor Paulo Branco, com argumento de Rui Cardoso Martins, “A Herdade teve a sua estreia mundial na competição oficial do 76.º Festival de Veneza, onde o realizador Tiago Guedes (“Coisa Ruim”, “Entre os Dedos”, “Tristeza e Alegria na Vida das Girafas”) foi distinguido com o Prémio Bisato d’Oro da crítica independente para Melhor Realização.

07 DEZ | Easy Rider – conversa com Álvaro Costa, Germano Almeida e João Nuno Coelho

07 DEZ | Easy Rider – conversa com Álvaro Costa, Germano Almeida e João Nuno Coelho

“Easy Rider” tornou-se uma obra de culto, Dennis Hopper recebeu o prémio do Festival de Cannes de 1969 na categoria de primeira obra, e Jack Nicholson obteve a sua primeira nomeação para um Óscar e o pontapé de saída na sua carreira.

05 DEZ | Os Mortos Não Morrem

05 DEZ | Os Mortos Não Morrem

Escolhido como filme de abertura do Festival de Cinema de Cannes, uma comédia de terror apocalíptico com assinatura de Jim Jarmusch – o aclamado realizador de “Noite na Terra”, “Homem Morto”, “Café e Cigarros”, “Broken Flowers – Flores Partidas”, “Só os Amantes Sobrevivem” ou “Paterson”.

04 DEZ | Shortcutz Guimarães

04 DEZ | Shortcutz Guimarães

Veja as 7 curtas metragens nomeadas para Melhor Filme do Ano do Shortcutz Amsterdam e vote na sua favorita.

01 DEZ | Joker

01 DEZ | Joker

Merecedor do Leão de Ouro na 76.ª edição do Festival de Veneza, um “thriller” dramático sobre a solidão, com realização de Todd Phillips (“Dias de Loucura”, saga “A Ressaca” ou “Os Traficantes”), segundo um argumento seu e de Scott Silver. A dar vida a Joker, o emblemático vilão da DC Comics, está Joaquin Phoenix.